Beija-Flor encerra desfiles do Grupo Especial e busca 15º título do Carnaval

A escola de Noel Rosa veio com alegorias e fantasias bonitas, mas não empolgou o grande público.

A Beija-Flor ocupou todos os cantos da Marquês de Sapucai com o enredo “Se essa rua fosse minha”. A escola de Nilópolis, na Baixada Fluminense completou os 70 minutos de desfile representando os diferentes caminhos percorridos pelo homem.

O desfile começou na era glacial quando o homem se lançou em uma peregrinação nômade mundo afora até a invenção da roda, que ajudou a humanidade a explorar novos caminhos. A escola levou para a Avenida 36 alas.

A Beija-Flor também lembrou de ruas famosas como a Champs-Elysées, Broadway e Abbey Road. A fé também esteve presente no desfile com romarias e outros caminhos da fé.

A cantora Jojo Toddynho surpreendeu o público ao assumir o papel de Xica da Silva com direito a topless.

Segundo o comentarista de Carnaval da BandNews FM, Bruno Filippo, o grande problema da Beija-Flor neste ano foi o enredo, mas escola está no páreo e busca o 15º título do Carnaval.

Ainda segundo Bruno Filippo, a escola começou o desfile muito bem, mas o ritmo caiu ao longo da apresentação. A deusa da Passarela acumula 12 vice-campeonatos. Em 2019, a escola ficou em 11º lugar.

Comentários estão fechados.

Send this to a friend