TRF2 não emite alvará de soltura de deputados presos pela Lava Jato

Alerj decidiu pela liberdade dos parlamentares.

Um imbróglio jurídico está atrasando a soltura dos cinco deputados estaduais presos na operação Furna da Onça, desdobramento da Lava-jato no Rio de Janeiro.

Na terça-feira (22), a Assembleia Legislativa do Estado decidiu pela liberdade dos parlamentares.

A votação na Alerj foi realizada após a ministra, Cármem Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, determinar que caberia à Casadeliberar sobre o tema.

O resultado do pleito deveria ser encaminhado ao Tribunal Regional Federal da Segunda Região, para que o desembargador e relator responsável pelo caso emitisse o alvará de soltura.

No entanto, em um parecer, Abel Gomes afirmou que, cabe à Alerj dar cumprimento ao ato.

Os deputados André Correa (DEM), Marcus Vinicius Neskau (PTB),  Luiz Martins (PDT), Chiquinho da Mangueira (PSC) e Marcos Abrahão (Avante) são acusados de envolvimento em um esquema de corrupção em órgãos do governo do Rio.

Fonte Band News FM RJ

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Send this to a friend