Membros do governo Witzel viveram dias tensos

Crise na Alerj protagonizada por deputados e secretário de Witzel deixaram os dias tensos.

Durante a manhã da última terça, André Ceciliano, Presidente de Alerj, teve que explicar se era verdade a informação de que o secretário Lucas Tristão possuía dossiês sobre os 70 parlamentares. Junto do líder do governo, Márcio Pacheco, Ceciliano informou que ouviu isso do próprio secretário.

Inconformado, o André Ceciliano ameaçou mobilizar a PF, o MPE e o MPF para uma possível abertura de inquerito. Contudo antes, ele prometeu se aconselhar com os presidentes das comissões de Segurança e Fiscalização.

A noite, Witzel assumiu a missão de apaziguar os ânimos. Ele ligou para Ceciliano e conversaram por muito tempo. O governador se mostrava constrangido. Witzel ouviu do presidente da Alerj uma sequência de lamentações. Foi ressaltada a boa relação institucional de ambos, assim como a difícil missão de equilibrar interesses que envolvam a Cedae.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Send this to a friend