Mariana Ribas será a candidata do PSDB à Prefeitura do Rio

Mariana Ribas, que acaba de deixar a Secretaria de Cultura de Marcelo Crivella (PRB), será a candidata do PSDB à Prefeitura do Rio no ano que vem.

As articulações para que a carioca de 36 anos represente os tucanos na disputa contra o ex-chefe vêm sendo conduzidas pelo novo presidente do PSDB há pelo menos 40 dias.

Marinho levou Mariana recentemente a São Paulo, para um encontro com o governador João Doria, pré-candidato a presidente do partido. Lá, a ex-secretária passou pelo crivo do conselho político de Doria, e o governador prometeu entrar com entusiasmo na campanha em 2020.

A candidatura será lançada num grande evento no dia 10 de setembro, na casa de Marinho, no Jardim Botânico. Com a presença de Doria e de outros tucanos ilustres.

Com a confirmação do nome, outros políticos que vinham rondando o ninho, como Paulo Messina (PRTB) e, juram alguns detratores, até o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM), foram abatidos em pleno voo.

A futura candidata do PSDB passou pela presidência da RioFilme (de março de 2015 a julho de 2016), pela secretaria do Audiovisual (foi secretária de dezembro de 2016 a junho de 2017), pelo Ministério da Cultura (secretária-executiva de julho de 2017 a junho de 2018) e abriu mão do mandato que exercia desde julho de 2018 como diretora da Ancine para assumir a Secretaria municipal de Cultura (onde começou a sua carreira, como estagiária, em 2003).

Foi Mariana quem pediu a exoneração, como anunciou o colunista Lauro Jardim, na tarde desta terça-feira (06).

Ela deixou o cargo na Prefeitura do Rio acusando Crivella de não ter repassado as verbas necessárias para manter os principais equipamentos da pasta funcionando até o fim do ano. A Secretaria municipal de Cultura teve o orçamento reduzido de R$ 84 milhões em 2018, para R$ 70 milhões em 2019.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Send this to a friend