Alerj decide pela soltura de André Corrêa, Luiz Martins e Marcus Vinicius Neskau

Foram 39 parlamentares favoráveis a 25 contra. A Casa irá oficiar o Tribunal Regional Federal sobre a decisão.

Por 39 votos a 25 a Assembleia Legislativa do Rio decidiu soltar os três parlamentares acusados de envolvimento em um esquema de corrupção em órgãos do Governo do Rio. André Correa (DEM), Marcus Vinicius Neskau (PTB) e Luiz Martins foram presos no ano passado, na operação Furna da Onça e agora serão soltos.

A decisão será publicada nesta quarta-feira (23), no Diário Oficial e depois Alerj irá oficiar o Tribunal Regional Federal onde o desembargador realizará os procedimentos de soltura.

Os deputados Chiquinho da Mangueira (PSC) e Marcos Abrahão (Avante), reeleitos em outubro, também foram presos na Furna da Onça, mas não pediram ao Supremo Tribunal Federal o julgamento de seus casos. Entretanto a Comissão de Constituição e Justiça entende que apesar disso, ambos os parlamentares poderão ser beneficiados com a decisão.

A matéria ficou sob a responsabilidade da Alerj depois que a ministra Carmen Lúcia, do STF, afirmou que caberia a Casa deliberar sobre o tema.

Com informações Band News - FM RIO

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Send this to a friend