Cavalo de troia das boas intenções

Crivella derrubou o pedágio da Linha Amarela para tentar desviar o foco dos reais problemas do Rio.

Não é de hoje que fica evidente a falta de gestão e de zeladoria do Prefeito com a cidade. No lugar do Prefeito sentar e governar, preferiu achar inimigos imaginários, criar rivalidades e repartir a Prefeitura para fugir do impeachment.

Para aumentar sua popularidade, o Prefeito, que acena cada vez mais para os eleitores da extrema direita, declarou guerra à Rede Globo, derrubou na marra as cancelas da Linha Amarela, e até projetou suas armas em direção a uma revista em quadrinhos na Bienal do Livro.

Mas isso tudo foi um verdadeiro cavalo de troia. Crivella travestiu suas ações de boas intenções para esconder a verdade: ele conseguiu quebrar a Prefeitura do Rio. Com o caixa vazio, a saúde da cidade do Rio entrou na UTI, centros culturais ameaçam fechar as portas e meios de transporte foram sucateados.

A cidade viveu uma época de bonança com grandes obras e promessas de tempos melhores, e conseguiu até segurar as pontas do governo do Estado em 2016, municipalizando hospitais importantes da Zona Oeste para manter os serviços básicos em dia. Mas hoje, o Rio de Janeiro desaguou no caos, antes mesmo das chuvas de verão chegarem à cidade.

Comentários estão fechados.

Send this to a friend