Pare de sempre engolir sapo

Como uma boa comunicação pode salvar relacionamentos.

Nossas palavras têm um poder enorme, pois, como a flecha lançada, não voltam. Mas, assim como o falar pode ser como uma arma, o que não é falado também pode destruir relacionamentos.

É claro que não trataremos aqui de extremos. É importante se colocar no lugar do outro antes de dizer tudo o que pensa. Nem todos os dias são bons e, às vezes, movidos por sentimentos extremos ou problemas pessoais, acabamos descontando no outro aquilo que deveria ser resolvido dentro de nós. Podemos acabar magoando quem está por perto, o que não é nada saudável para manter as relações.

Mas se por um lado devemos poupar nossos queridos das nossas palavras amargas, essa mesma empatia deve nos orientar para não nos calarmos sempre.

Relacionamento é via de mão dupla

É importante falar o que sente, mas sem grosseria e buscando não ser injusto, claro. As pessoas com quem nos relacionamos precisam desse feedback sincero e honesto.

Um bom jeito de falar é, quando estiver calmo, apontar a atitude que feriu, não a característica da pessoa. Por exemplo, em vez de:

“Você não é carinhoso comigo”, diga “Eu me sinto mal quando você fica distante e me dá menos carinho”.

Com jeitinho e gentileza, é bem mais fácil alcançar o objetivo da crítica sem machucar o outro.

Palavras viram muros

Quando não damos feedbacks honestos para nossos parceiros/amigos/familiares, o relacionamento tende a se esfriar. Eles não conseguem saber o que nos feriu e consequentemente não conseguem melhorar.

Além disso, nos distanciamos emocionalmente de pessoas que podem até não ter feito por mal, afinal, a maioria dos conflitos se dá por mero desentendimento, o que se resolveria com uma simples conversa (usando as dicas que mencionei acima, fica melhor ainda). As palavras que deixamos de falar são como pedras que, aos poucos, formam muros que nos separam de quem amamos.

Engole sapo, engole choro

 

Por fim, devemos aprender a expressar o que sentimos por amor a nós mesmos. Ao longo da vida, em diversas situações teremos que “engolir sapos”, “engolir choro”. O problema é que fazendo isso sempre, essas lágrimas se acumulam dentro de nós. A mágoa aumenta, aperta e passa a nos machucar. Teremos que engolir alguns sapos, mas não todos.

Nosso corpo fala tudo o que não falamos: vira gastrite, dermatite, picos de hipertensão, burnout. Ele dá os sinais de que estamos calando demais nossos sentimentos.

Por isso, considere investir em sua inteligência emocional, em aprender a se expressar. Se for preciso, busque ajuda. Recomendo fortemente que considere fazer terapia, pois ela pode te ensinar não só a lidar com isso, mas a desvendar um universo inteiro que está aí, dentro de você.

Que possamos aprender a falar o que sentimos, respeitando nosso corpo, com muita empatia pelo próximo, e melhorando, consequentemente, nossos relacionamentos. Compartilhe esse conteúdo com alguém que precise!

Comentários estão fechados.

Send this to a friend