Justiça suspense assinatura de consórcio para construção de autódromo

De acordo com a decisão, o estudo de impacto ambiental deve ser apresentado.

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região decidiu, de forma unânime, suspender a assinatura do contrato entre o consórcio Rio Motopark e a Prefeitura do Rio de Janeiro para a construção do autódromo de Deodoro, na Zona Oeste do Rio.

A concessionária Rio Motorpark foi a única participante da concorrência. De acordo com a decisão, o estudo de impacto ambiental deve ser apresentado atestando a viabilidade da construção do empreendimento no local.

O projeto do novo autódromo prevê a obra no lugar da Floresta de Camboatá, com 4 quilômetros e meio de pista.

A construção no bairro de Deodoro é questionada por ambientalistas, já que o espaço é uma área de preservação ambiental sob administração do Exército desde 1906.

Fonte Produção BandNewsFM

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Send this to a friend