Justiça determina bloqueio de bens de Rodrigo Neves, prefeito de Niterói

Ação do MPRJ diz que propina recebida por Neves foi usada para caixa 2.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) decretou na última terça-feira (18) o bloqueio de bens do prefeito de Niterói Rodrigo Neves (PDT). A liminar teve como base a ação civil de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) na última semana.

O MPRJ acusa o prefeito e o ex-secretário municipal de Obras Domício Mascarenhas de corrupção passiva e mais três empresários do ramo de transporte público rodoviário de corrupção ativa por desvios de cerca de R$ 10,9 milhões referentes à gratuidade de passagens de ônibus. A informação foi divulgada nesta quinta-feira pelo “RJ1”, da TV Globo.

O bloqueio de bens determinado pela Justiça é de até R$ 10,9 milhões em contas bancárias e bens móveis e imóveis. A decisão afirma que a determinação é para assegurar um eventual ressarcimento aos cofres públicos, medida que já constava na ação do MPRJ. A liminar também bloqueia os bens de Domício Mascarenhas.

Com informações O Globo

Comentários estão fechados.

Send this to a friend