Guarda Municipal atua em apoio aos desfiles das escolas de samba e em diversos pontos de folia da cidade

A operação irá ocorrer em diversos pontos da cidade, visando melhorias no trânsito e organização das vias urbanas.

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro inicia às 23h desta quinta-feira, dia 20, a Operação Carnaval 2020 com a implantação das primeiras interdições viárias no trânsito da Avenida Presidente Vargas, no Centro, elaboradas pela CET-Rio, para o desfile das escolas de samba na Marquês de Sapucaí. Os guardas municipais vão atuar no controle e na fiscalização do trânsito e em ações de ordenamento urbano e de patrulhamento em geral, para promover segurança aos foliões, orientar motoristas e pedestres e auxiliar turistas nacionais e estrangeiros.

Ao todo, 3.150 guardas municipais serão empregados na área externa e interna do Sambódromo para os seis dias de desfile, sendo 525 agentes por dia nas ações de patrulhamento e nos pontos de bloqueios de trânsito no entorno e nos acessos à Passarela do Samba, incluindo o Terreirão do Samba. O esquema conta ainda com um centro de controle móvel e duas bases fixas de apoio operacional e logístico aos agentes. Em cada noite de desfile, dez motociclistas do Grupamento Especial de Trânsito darão apoio às escolas de samba, atuando no deslocamento das alegorias da Cidade do Samba para o Sambódromo.

– Vale ressaltar que o nosso trabalho é feito dentro e fora do Sambódromo em ações de ordenamento urbano e de trânsito, pois ainda daremos todo o suporte às escolas de samba na movimentação dos carros alegóricos. Nos blocos, as ações integradas que desenvolvemos junto com a Polícia Militar e todos os órgãos da prefeitura tem dado um resultado fantástico e não tivemos problemas com garrafas de vidro. O gabinete operacional de carnaval é pioneiro e bastante positivo. Todos os responsáveis reunidos no COR farão uma diferença muito grande, porque os titulares podem intervir e darem respostas mais rápidas e in loco -, afirma a comandante da Guarda Municipal, inspetora geral Tatiana Mendes.

Em apoio aos blocos oficiais que saem às ruas em todas as regiões da cidade, a GM-Rio vai empregar efetivo de seis mil guardas, em diversas ações de ordenamento urbano e de controle e de fiscalização de trânsito. As ações são integradas com diversos órgãos da Prefeitura do Rio, como as Superintendências Regionais, Coordenadorias de Licenciamento e Fiscalização, Coordenadoria de Controle Urbano, Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques e a Comlurb, por meio do programa Lixo Zero. As equipes também trabalharão em conjunto com a Polícia Militar no esquema de barreiras de segurança montadas em grandes blocos para impedir o acesso de itens proibidos, como garrafas de vidro, fogos de artifício, artefatos explosivos, bandeiras, carrinhos de alimentos, entre outros.

Monitoramento da orla da Zona Sul– Durante os desfiles de blocos na Avenida Atlântica, em Copacabana, e na Avenida Vieira Souto, em Ipanema, guardas municipais do Núcleo de Videopatrulhamento realizam o acompanhamento de suspeitos de praticar furtos na orla, pelas câmeras da Prefeitura do Rio. As imagens são enviadas imediatamente, via aplicativo Whatsapp, para as equipes da Guarda Municipal e da Polícia Militar nas ruas, para impedir o cometimento do crime. De posse das imagens, policiais e guardas buscam identificar, abordar e prender os suspeitos em ação integrada entre os órgãos.

Ações preventivas – O Grupamento de Ronda Escolar da Guarda Municipal e o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CDMCA) realizarão ações preventivas com foco na promoção da segurança de crianças e adolescentes nos dias de folia na cidade. As ações serão realizadas em 11 blocos e no desfile das escolas de samba mirins no Sambódromo, com a distribuição de pulseiras de identificação e de folheto com dicas de segurança para pais e responsáveis desenvolvido pela Guarda Municipal. As equipes também vão conscientizar foliões sobre violações de direitos e crimes, como a exploração sexual infantil e o tráfico de pessoas.

Outros pontos de folia – Em apoio aos eventos oficiais da Riotur, que acontecem em diversos locais da cidade, a GM-Rio vai empregar 120 guardas municipais no patrulhamento em geral e no controle e na fiscalização de trânsito em pontos de folia no Centro, como na Avenida Chile; e na Zona Norte, nos bairros de Madureira, Méier, Irajá e Vista Alegre. Em apoio aos desfiles das escolas de samba da Série B e C, que acontecem na Estrada Intendente Magalhães, na Zona Norte, a Guarda Municipal empenhará 200 agentes para as ações de patrulhamento e de controle de trânsito.

Comentários estão fechados.

Send this to a friend