Marquesa de Santos: Verso & Reverso, no Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro

Monólogo resgata história da Marquesa de Santos, na Gávea.

E se um personagem histórico fosse capaz de voltar dos mortos para contar sua própria versão dos fatos? Esse é o ponto de partida da peça Marquesa de Santos: Verso & Reverso, escrita pelo historiador Paulo Rezzutti e estrelada pela atriz Beth Araújo. A única apresentação, gratuita, acontecerá no dia 7 de março, sábado, às 15h30, no  Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro.

No monólogo, Domitila de Castro Canto e Melo (1797-1867), a marquesa de Santos, fala sobre sua vida muito além do romance com o primeiro imperador brasileiro, D. Pedro I, que a tornou famosa. A peça explora as variações na narrativa que transformam a Domitila de carne e osso na figura mítica que atua há 150 anos no inconsciente coletivo do Brasil. Aborda questões de gênero e do apagamento histórico da figura da marquesa. Muito além dos sete anos de relacionamento com d. Pedro no Rio de Janeiro, ela teve papel importante na política e na sociedade de São Paulo nos 38 anos que viveu depois do seu rumoroso caso com o imperador.

De vítima de violência doméstica em seu primeiro casamento, passando por amante do imperador, a mulher independente e poderosa por sua própria conta, Domitila se reinventou várias vezes para sobreviver numa sociedade machista. Ela acabou se tornando até santa popular após sua morte. O monólogo de 50 minutos trata dessas várias facetas da personagem a partir do ponto de vista dela própria, que interage com as diferentes imagens de si mesma que as outras pessoas projetam. Após o espetáculo haverá uma roda de conversa com o autor e a atriz.

Marquesa de Santos: Verso & Reverso originou-se do encontro entre o paulistano Paulo Rezzutti e a carioca Beth Araújo, ambos interessados há anos pela história de Domitila de Castro. Paulo Rezzutti, vencedor do Prêmio Jabuti em 2016, é autor, entre outras obras, da biografia Domitila, a verdadeira história da marquesa de Santos e do livro Titília e o Demonão, que reúne cartas inéditas entre d. Pedro e sua amante mais famosa. Beth Araújo, atriz e arte-educadora, tem vasta experiência em trabalhos abordando questões de gênero. Ela venceu o 11º Festival Brasileiro de Monólogos, em 2001, e o Prêmio Maricá das Artes, da Secretaria de Cultura de Maricá (RJ), em 2009, pelo conjunto da obra na temática do Feminino na Literatura.

(Foto: Reprodução/ Whatsapp)

 

Ficha técnica:

Marquesa de Santos: Verso & Reverso

Autor: Paulo Rezzutti

Com Beth Araújo como a Marquesa de Santos

Figurino e objetos de cena: JMaurício Tavares

Produção: Gisele Lopes

Fotos e vídeo: Márcio Coutinho

 

Contato:

Gisele Lopes

giselelopes.cultura@gmail.com

 

Serviço: Marquesa de Santos: Verso & Reverso

Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro: Estrada Santa Marinha s/nº. Gávea.

Dia 7 de março, sábado, às 15h30.

Duração: 50 minutos (peça) + 30 minutos de bate-papo

Evento gratuito

Classificação: 16 anos.

Comentários estão fechados.

Send this to a friend